A Infos

(pt) France, Alternative Libertaire AL #259 - Estado de emergência, Orleans sempre atribuído a resistência (en, it, fr) [traduccion automatica]

Em Orleans em meados de dezembro, um grupo de sindicatos, associações e organizações políticas foi criado, determinado a mobilizar localmente para o levantamento do estado de emergência. ---- Em 19 de novembro, Alternative Libertaire Orleans tomou a iniciativa de convidar uma reunião em larga medida unitária para uma troca de pontos de vista e considerar possíveis iniciativas conjuntas na sequência dos atentados em Paris e o estabelecimento do estado de emergência. ---- Este primeiro encontro desarrolhou sobre a decisão de realizar uma série de três cartazes (contra o estado de emergência, contra a amálgama racista em apoio à resistência curda) co-assinado por AL, AF, JC, o NPA e PG. Estas cinco organizações também decidiu propor novamente em grande parte realização de uma reunião pública sobre a defesa das liberdades sindicais democráticas e comerciais. ...

(pt) sindivariosaraxa FOM/COB/AIT: acabar com corrupcao-ja!

SÓ ACABANDO COM O CAPITALISMO E O ESTADO ---- Em meio as disputas entre corruptos de todas as cores, uns defendem o atual governo corrupto, outros defendem os antigos governos também corruptos, todos moldados dentro da máxima proteção ao capitalismo, nunca os bancos faturaram tanto como nesse governo. ---- Os protestos que vemos nas ruas são pela manutenção do Estado, eternos defensores da propriedade privada dos meios de produção, os participantes desses atos não se perguntam qual a razão de todas essas disputas, apenas seguem aquilo que as mídias determinam Nós, afirmamos, o capitalismo é protegido pelo Estado, o Estado é representante dos exploradores, quaisquer que sejam as mudanças no parlamento nada mudará para trabalhadores e trabalhadoras, seguiremos explorados, seguiremos tendo nosso direitos precarizados e vendo parasitas vivendo as nossas custas, ...

(pt) Organização Resistência Libertária (CAB): Projeto do Ciclovida “Rebrotando Olhos d’Água” e Programação Cultural

O Coletivo Ciclovida é formado por um grupo de agricultores e agricultoras do assentamento Barra do Leme, em Pentecoste (Ceará) que se propõem a realizar atividades ambientalistas, ecológicas e cicloativistas de resgate e transporte de sementes crioulas. ---- Conscientes de que as ações das políticas públicas no Nordeste estão envolvidas com a Indústria da Seca – geração de lucros a partir da desertificação da mata nativa para a criação de monoculturas, de gado e a devastação florestal, assim como a manutenção da seca como troca de favores e compra de votos -, o grupo está desenvolvendo um projeto piloto que pretende entregar às vítimas do Polígono das Secas uma proposta concreta para solucionar o problema das secas, baseando-se em 3 princípios básicos: 1) Tecnologia simples, 2) Baixo custo e 3) Eficácia. ...

(pt) Grécia, comunicação Internacional de Organização Política Anarquista - Federação das Colectividades / AOP (en, it, fr) [traduccion automatica]

Caros camaradas, Estamos escrevendo este e-mail para informá-lo que a "Organização Política Anarquista - Federação das Colectividades" (APO) foi fundada na Grécia depois da conferência realizada em Atenas, em Novembro de 2015. O processo de diálogo que conduz à conferência durou 2,5 anos e foi concluída em 2015 de setembro, quando o projecto de estatuto da APO ea chamada para a conferência foram publicadas. ---- Como anarquistas, que defendemos o caráter internacionalista e a natureza global da luta revolucionária. Lutando por um mundo sem estados e chefes, sem prisões e fronteiras, sem exploração e opressão, consideramos que a comunicação entre as lutas de todo o mundo necessário: ser capaz de ouvir as revoltas e pequenas ou grandes momentos de resistência contra a autoridade, para aprender sobre as idéias que desencadeiam essas lutas ou criados dentro deles, para ...

(pt) Filipinas, Breve resenha da “Festa da Igualdade 2016”; Novo livro: “Anarca-feministas nas Filipinas”

Nós organizamos recentemente um evento semanal intitulado “Festa da Igualdade”, entre 6 e 13 de março de 2016 [em Kamuning – QC]. Esse evento teve atividades em solidariedade à celebração do mês da mulher. Tivemos discussão e apresentação sobre o livro “Anarca-feministas nas Filipinas”, e também fizemos exibições de arte, sessões de cinema, compartilhamos habilidades, oficinas, vendas livres, Food Not Bombs [um grupo de coletivos independentes, que servem comida vegana e vegetariana grátis a outras pessoas] e apresentação de danças. ---- O livro “Anarca-feministas nas Filipinas” foi feito por três grupos, o Mobile Anarchist School Project [coletivo que ajuda a população a reconstruir suas casas e comunidades após desastres ambientais ou distúrbios sociais], que ajudou a conceituar e a realizar o projeto do livro; o Die Media [coletivo de comunicação], que fez ...

(it) fdca-nordest: Qui sème la misère, récolte colère. (de)

Quando uno storico dovrà periodizzare l’evento con il quale Parigi e la Francia sono usciti simbolicamente dal terrore del 13 novembre e dalle leggi speciali che scadevano il 29 febbraio, avrà come data quella del 9 marzo, quando i lavoratori, il mondo del precariato e gli studenti sono scesi in piazza contro la riforma del lavoro del ministro Myriam El Khomri. ---- Una manifestazione fortemente partecipata, voluta dalla CGT e da Force Ouvrière per i settori pubblici e privati, e a cui si sono uniti gli scioperi del settore dei trasporti con i lavoratori SNCF, ferrovieri, e RATP, autoferrotranvieri delle metro e degli autobus. ---- In un clima di festa il mondo del lavoro ha cacciato le paure e si è ripreso uno spazio pubblico e politico che negli ultimi mesi girava tutto intorno alla guerra e all’avanzata nera del Front National. ...

(it) fdca-nordest: Trivelle, tutte le bugie del no - dalla Nuova ecologia , megazine di Legambiente

Smontato punto per punto lo spot che invita all’astensionismo il 17 aprile. ---- Perché questa battaglia non è ideologica ma concreta Sarebbe sufficiente mettere a confronto la composizione del Comitato per il No con la vasta alleanza di associazioni, comitati, amministrazioni e tanti altri soggetti che hanno costituito il comitato Vota Si per fermare le trivelle per capire da che parte sta l’interesse del Paese che non può prescindere da un modello energetico pulito, rinnovabile, distribuito e democratico. Spesso, da parte del fronte del No al referendum, si è fatto riferimento all’inutilità e all’ideologia che si nasconderebbe, a detta loro, dietro il quesito referendario, che, ricordiamolo, riguarda tutti i titoli abilitativi all’estrazione e/o alla ricerca di idrocarburi già rilasciati entro le 12 miglia marine, e interviene sulla loro data di ...

(it) fdca-nordest: Trivelle, tutte le bugie del no - dalla Nuova ecologia , megazine di Legambiente

http://lanuovaecologia.it/trivelle-tutte-le-bugie-del-no-al-referendum/ ---- Smontato punto per punto lo spot che invita all’astensionismo il 17 aprile. ---- Perché questa battaglia non è ideologica ma concreta Sarebbe sufficiente mettere a confronto la composizione del Comitato per il No con la vasta alleanza di associazioni, comitati, amministrazioni e tanti altri soggetti che hanno costituito il comitato Vota Si per fermare le trivelle per capire da che parte sta l’interesse del Paese che non può prescindere da un modello energetico pulito, rinnovabile, distribuito e democratico. Spesso, da parte del fronte del No al referendum, si è fatto riferimento all’inutilità e all’ideologia che si nasconderebbe, a detta loro, dietro il quesito referendario, che, ricordiamolo, riguarda tutti i titoli abilitativi all’estrazione e/o alla ricerca di ...

(it) France, Alternative Libertaire AL #259 - pacchia Colonia per razzista (en, fr, pt) [traduzione automatica]

Patriarcato ordinaria in Germania: uomini aggredito donne. Altri uomini hanno protestato: stranieri vengono strappare loro vittime braccia. illustrazione concreta di una strumentalizzazione del femminismo a fini razzisti. ---- A Colonia, la notte del nuovo anno, centinaia di uomini aggrediti centinaia di donne molto toccante, un sacco di rapine, stupri anche le denunce si sono accumulati nei primi giorni di gennaio. Gli aggressori sono giovani, per lo più provenienti dal Nord Africa. Non è noto se c'era consultazione. ---- Manna dal cielo per i razzisti. I migranti sarebbero in grado di adattarsi alle nostre norme sociali di rispetto per le donne. Interrogatorio di asilo, espulsioni più facili, posture marziali e circa virile, le politiche si precipitò ad attaccare i migranti. ...

(fr) France, Alternative Libertaire AL #259 - Cologne, pain bénit pour racistes (en, it, pt)

Patriarcat ordinaire en Allemagne: des hommes ont agressé des femmes. D’autres hommes ont protesté: les étrangers viennent leur arracher leurs victimes des bras. Illustration concrète d’une instrumentalisation du féminisme à des fins racistes. ---- À Cologne, la nuit du jour de l’an, des centaines d’hommes ont agressé des centaines de femmes: beaucoup d’attouchements, beaucoup de vols, des viols aussi, les plaintes se sont accumulées dans les premiers jours de janvier. Les agresseurs sont de jeunes hommes, en majorité issus ­d’Afrique du Nord. On ne sait pas s’il y a eu concertation. ---- Pain bénit pour les racistes. Les migrants seraient incapables de s’adapter à nos normes sociales de respect des femmes. Remise en cause des politiques d’asile, expulsions plus faciles, postures martiales et propos virils, les politiques se sont précipités pour s’en prendre aux migrants. ...

(pt) France, Alternative Libertaire AL #259 - feminismo, Colónia, não é que a véspera de Ano Novo (en, it, fr) [traduccion automatica]

Um texto camaradas alemães, que sofreram violência sexista e sexual da noite da véspera de Ano Novo em Colónia, e a explosão racista que se seguiram. Leia também o artigo na Alternativa Libertaire de março , para dar um passo para trás e nunca se esqueça de que o sexismo, ao contrário da riqueza é compartilhada entre todos de qualquer origem social, religião, nacionalidade eles são ... ---- O assalto na noite de véspera de Ano Novo em Colónia fez manchetes em todo o mundo. O ano de 2016 começou com a violência contra as mulheres de todas as nacionalidades e cores de pele. Esses eventos se tornaram um símbolo e um desafio para os diferentes atores e, sindical sociais e associações da cidade. ---- O governo alemão tem usado esses incidentes para endurecer as leis contra réfugié.es, ea polícia realizou várias incursões nas casas dos requerentes de asilo. Um foco também foi ...

(pt) France, Alternative Libertaire AL #259 - feminismo, Colónia, não é que a véspera de Ano Novo (en, it, fr) [traduccion automatica]

Um texto camaradas alemães, que sofreram violência sexista e sexual da noite da véspera de Ano Novo em Colónia, e a explosão racista que se seguiram. Leia também o artigo na Alternativa Libertaire de março , para dar um passo para trás e nunca se esqueça de que o sexismo, ao contrário da riqueza é compartilhada entre todos de qualquer origem social, religião, nacionalidade eles são ... ---- O assalto na noite de véspera de Ano Novo em Colónia fez manchetes em todo o mundo. O ano de 2016 começou com a violência contra as mulheres de todas as nacionalidades e cores de pele. Esses eventos se tornaram um símbolo e um desafio para os diferentes atores e, sindical sociais e associações da cidade. ---- O governo alemão tem usado esses incidentes para endurecer as leis contra réfugié.es, ea polícia realizou várias incursões nas casas dos requerentes de asilo. Um foco também foi ...

(pt) Organização Resistência Libertária (CAB): Projeto do Ciclovida “Rebrotando Olhos d’Água” e Programação Cultural

O Coletivo Ciclovida é formado por um grupo de agricultores e agricultoras do assentamento Barra do Leme, em Pentecoste (Ceará) que se propõem a realizar atividades ambientalistas, ecológicas e cicloativistas de resgate e transporte de sementes crioulas. ---- Conscientes de que as ações das políticas públicas no Nordeste estão envolvidas com a Indústria da Seca – geração de lucros a partir da desertificação da mata nativa para a criação de monoculturas, de gado e a devastação florestal, assim como a manutenção da seca como troca de favores e compra de votos -, o grupo está desenvolvendo um projeto piloto que pretende entregar às vítimas do Polígono das Secas uma proposta concreta para solucionar o problema das secas, baseando-se em 3 princípios básicos: 1) Tecnologia simples, 2) Baixo custo e 3) Eficácia. ...

(pt) Organização Resistência Libertária (CAB): Projeto do Ciclovida “Rebrotando Olhos d’Água” e Programação Cultural

O Coletivo Ciclovida é formado por um grupo de agricultores e agricultoras do assentamento Barra do Leme, em Pentecoste (Ceará) que se propõem a realizar atividades ambientalistas, ecológicas e cicloativistas de resgate e transporte de sementes crioulas. ---- Conscientes de que as ações das políticas públicas no Nordeste estão envolvidas com a Indústria da Seca – geração de lucros a partir da desertificação da mata nativa para a criação de monoculturas, de gado e a devastação florestal, assim como a manutenção da seca como troca de favores e compra de votos -, o grupo está desenvolvendo um projeto piloto que pretende entregar às vítimas do Polígono das Secas uma proposta concreta para solucionar o problema das secas, baseando-se em 3 princípios básicos: 1) Tecnologia simples, 2) Baixo custo e 3) Eficácia. ...

(pt) France, Alternative Libertaire AL - internacional, Hector Martinez, espanhol libertárias "Podemos desmantelado o tecido social" (en, it, fr) [traduccion automatica]

Enquanto o país tem uma situação social ainda crítico, uma grave crise política na sequência das recentes eleições parlamentares e repressão do movimento social que inventa contornos legais com a lei da mordaça infame (ley mordaza), os tempos estão difíceis a terra de Cervantes. Uma breve descrição da corrente social e política para além dos Pirinéus com Hector Martinez, um grupo ativista libertário, ação internacionalista social e sindical (Assi) da cidade de Zaragoza, em Aragão. ---- Libertaire Alternativa: Qual vestidos você equilibra a última eleição, em dezembro de 2015, no Estado espanhol? ---- Hector Martinez: eleições parlamentares redesenhado o equilíbrio da cena política espanhola. A Constituição de 1978 (depois dos Pactos da Moncloa) tinha criado um modelo eleitoral que surdimensionnait o peso da Espanha rural, alguns naturalmente propenso a ...

(pt) France, Alternative Libertaire AL - internacional, Hector Martinez, espanhol libertárias "Podemos desmantelado o tecido social" (en, it, fr) [traduccion automatica]

Enquanto o país tem uma situação social ainda crítico, uma grave crise política na sequência das recentes eleições parlamentares e repressão do movimento social que inventa contornos legais com a lei da mordaça infame (ley mordaza), os tempos estão difíceis a terra de Cervantes. Uma breve descrição da corrente social e política para além dos Pirinéus com Hector Martinez, um grupo ativista libertário, ação internacionalista social e sindical (Assi) da cidade de Zaragoza, em Aragão. ---- Libertaire Alternativa: Qual vestidos você equilibra a última eleição, em dezembro de 2015, no Estado espanhol? ---- Hector Martinez: eleições parlamentares redesenhado o equilíbrio da cena política espanhola. A Constituição de 1978 (depois dos Pactos da Moncloa) tinha criado um modelo eleitoral que surdimensionnait o peso da Espanha rural, alguns naturalmente propenso a ...

(pt) [CELIP] A Greve da Educação e a atual Conjuntura Estadual

O Círculo de Estudos Libertários Ideal Peres convida para mais uma atividade. A atividade ocorrerá no hall do nono andar da UERJ, no Maracanã, no dia 7 de abril, quinta-feira, às 19 horas. ---- Vamos discutir A Greve da Educação e a atual Conjuntura Estadual de uma perspectiva anarquista. O texto disparador pode ser baixado no link abaixo: http://anarquismo.noblogs.org/files/2016/03/Opinião-Anarquista-sindical-1.pdf Dia: 7 de abril -- Hora: 19 horas: Endereço: Hall do 9 andar – UERJ Evento: https://www.facebook.com/events/956171461119030/ https://anarquismorj.wordpress.com/2016/04/03/celip-a-greve-da-educacao-e-a-atual-conjuntura-estadual/ ...

(pt) [CELIP] A Greve da Educação e a atual Conjuntura Estadual

O Círculo de Estudos Libertários Ideal Peres convida para mais uma atividade. A atividade ocorrerá no hall do nono andar da UERJ, no Maracanã, no dia 7 de abril, quinta-feira, às 19 horas. ---- Vamos discutir A Greve da Educação e a atual Conjuntura Estadual de uma perspectiva anarquista. O texto disparador pode ser baixado no link abaixo: http://anarquismo.noblogs.org/files/2016/03/Opinião-Anarquista-sindical-1.pdf Dia: 7 de abril -- Hora: 19 horas: Endereço: Hall do 9 andar – UERJ Evento: https://www.facebook.com/events/956171461119030/ https://anarquismorj.wordpress.com/2016/04/03/celip-a-greve-da-educacao-e-a-atual-conjuntura-estadual/ ...

(it) fdca-nordest: Qui sème la misère, récolte colère. (de)

Quando uno storico dovrà periodizzare l’evento con il quale Parigi e la Francia sono usciti simbolicamente dal terrore del 13 novembre e dalle leggi speciali che scadevano il 29 febbraio, avrà come data quella del 9 marzo, quando i lavoratori, il mondo del precariato e gli studenti sono scesi in piazza contro la riforma del lavoro del ministro Myriam El Khomri. ---- Una manifestazione fortemente partecipata, voluta dalla CGT e da Force Ouvrière per i settori pubblici e privati, e a cui si sono uniti gli scioperi del settore dei trasporti con i lavoratori SNCF, ferrovieri, e RATP, autoferrotranvieri delle metro e degli autobus. ---- In un clima di festa il mondo del lavoro ha cacciato le paure e si è ripreso uno spazio pubblico e politico che negli ultimi mesi girava tutto intorno alla guerra e all’avanzata nera del Front National. ...

(it) fdca-nordest: Qui sème la misère, récolte colère. (de)

Quando uno storico dovrà periodizzare l’evento con il quale Parigi e la Francia sono usciti simbolicamente dal terrore del 13 novembre e dalle leggi speciali che scadevano il 29 febbraio, avrà come data quella del 9 marzo, quando i lavoratori, il mondo del precariato e gli studenti sono scesi in piazza contro la riforma del lavoro del ministro Myriam El Khomri. ---- Una manifestazione fortemente partecipata, voluta dalla CGT e da Force Ouvrière per i settori pubblici e privati, e a cui si sono uniti gli scioperi del settore dei trasporti con i lavoratori SNCF, ferrovieri, e RATP, autoferrotranvieri delle metro e degli autobus. ---- In un clima di festa il mondo del lavoro ha cacciato le paure e si è ripreso uno spazio pubblico e politico che negli ultimi mesi girava tutto intorno alla guerra e all’avanzata nera del Front National. ...

Pages