A Infos

Subscribe to A Infos feed A Infos
a multi-lingual news service by, for, and about anarchists
Updated: 3 days 21 hours ago

(pt) CALC - [CQM] NOTA DE REPÚDIO À UPES, UBES E UJS - RESPEITEM O MOVIMENTO SECUNDARISTA!

5 November 2016 - 5:32am
Os estudantes secundaristas de todo o Paraná estão dando uma verdadeira aula de luta por direitos! Desde a primeira escola ocupada contra a Medida Provisória nº 746, que impõe uma Reforma no Ensino Médio, há quase um mês, o número de ocupações já ultrapassou a marca de 800 escolas no estado. Aos poucos, a luta dos e das secundaristas contra os ataques à educação pública vem tomando um caráter nacional e já elevou a casa de mil ocupações em todas as regiões do país, sendo um número histórico em nível internacional. ---- Além da pressão da grande mídia, do governo e, muitas vezes, das direções das escolas contra as ocupações, a mobilização dos estudantes se tornou alvo de organizações de direita, como o Movimento Brasil Livre - MBL, que aproveita o efeito das campanhas mentirosas da mídia e do governo para chamar manifestações em frente às escolas ocupadas. Os estudantes tem ...

(pt) Biblioteca Terra Livre: PROGRAMAÇÂO - VII Feira Anarquista de São Paulo

5 November 2016 - 5:31am
Saiu a programação da Feira Anarquista de São Paulo. ---- Mais detalhes da programação em: https://feiranarquistasp.wordpress.com/programacao/ ---- Confirme sua presença e convide as pessoas amigas em: https://www.facebook.com/events/1671157616538626/ ---- Pré-Feira ---- 12 de novembro ---- 18h00 as 21h30 - Pizzada Vegana na Casa da Lagartixa Preta (Rua Alcides de Queirós, 161 - Santo André/SP) ---- 13 de novembro ---- 6h00 as 13h00 - Contra a Reintegração da Alcântara (Viaduto Alcântara Machado - São Paulo/SP) ---- PROGRAMAÇÃO DA VII FEIRA ANARQUISTA DE SÃO PAULO. ---- 13 de novembro - Tendal da Lapa (Rua Constança, 72 - São Paulo/SP) ---- Para mais informações entre em contato: feiraanarquista@gmail.com ---- 10h00 - Início da Feira Anarquista de São Paulo 2016 ---- 10h00 - Abertura do espaço Adelino de Pinho ...

(pt) Biblioteca Terra Livre: PROGRAMAÇÂO - VII Feira Anarquista de São Paulo

5 November 2016 - 5:31am
Saiu a programação da Feira Anarquista de São Paulo. ---- Mais detalhes da programação em: https://feiranarquistasp.wordpress.com/programacao/ ---- Confirme sua presença e convide as pessoas amigas em: https://www.facebook.com/events/1671157616538626/ ---- Pré-Feira ---- 12 de novembro ---- 18h00 as 21h30 - Pizzada Vegana na Casa da Lagartixa Preta (Rua Alcides de Queirós, 161 - Santo André/SP) ---- 13 de novembro ---- 6h00 as 13h00 - Contra a Reintegração da Alcântara (Viaduto Alcântara Machado - São Paulo/SP) ---- PROGRAMAÇÃO DA VII FEIRA ANARQUISTA DE SÃO PAULO. ---- 13 de novembro - Tendal da Lapa (Rua Constança, 72 - São Paulo/SP) ---- Para mais informações entre em contato: feiraanarquista@gmail.com ---- 10h00 - Início da Feira Anarquista de São Paulo 2016 ---- 10h00 - Abertura do espaço Adelino de Pinho ...

(pt) Movimento de Organização de Base (MOB-RJ): Justiça para Lucía

5 November 2016 - 5:24am
No dia 25/10/16 o grupo de mulheres do MOB se somou a milhares de outras mulheres, marchando da ALERJ à Cinelândia em solidariedade à Lucía Pérez. A menina de 16 anos foi drogada à força, sendo obrigada a consumir uma enorme quantidade de maconha e cocaína, até suas narinas queimarem. Na seqüência foi estuprada, empalada e morta. ---- Lucía, moradora de Mar del Plata, na Argentina, era uma jovem que amava os animais e sonhava ser veterinária. Mais uma de nós que teve seus sonhos tão precocemente interrompidos. No dia de seu brutal assassinato saiu de casa deixando seu facebook aberto e o chimarrão preparado: ela achava que logo voltaria pra casa. Seus assassinos lavaram seu corpo, trocaram suas roupas e a abandonaram num hospital alegando que ela havia sofrido uma overdose, numa clara tentativa de mascarar a verdadeira causa de sua morte. ...

(pt) Movimento de Organização de Base (MOB-RJ): Justiça para Lucía

5 November 2016 - 5:24am
No dia 25/10/16 o grupo de mulheres do MOB se somou a milhares de outras mulheres, marchando da ALERJ à Cinelândia em solidariedade à Lucía Pérez. A menina de 16 anos foi drogada à força, sendo obrigada a consumir uma enorme quantidade de maconha e cocaína, até suas narinas queimarem. Na seqüência foi estuprada, empalada e morta. ---- Lucía, moradora de Mar del Plata, na Argentina, era uma jovem que amava os animais e sonhava ser veterinária. Mais uma de nós que teve seus sonhos tão precocemente interrompidos. No dia de seu brutal assassinato saiu de casa deixando seu facebook aberto e o chimarrão preparado: ela achava que logo voltaria pra casa. Seus assassinos lavaram seu corpo, trocaram suas roupas e a abandonaram num hospital alegando que ela havia sofrido uma overdose, numa clara tentativa de mascarar a verdadeira causa de sua morte. ...

(pt) France, Alternative Libertaire AL Octobre - história, classe em Budapeste trabalhando contra o socialismo autoritário: 1956 (en, it, fr) [traduccion automatica]

5 November 2016 - 5:24am
A revolta húngara de 1956 uma memória controversa. Os defensores de um anti-totalitarismo liberal fazer prova de que o povo húngaro aderiu incondicionalmente ao modelo capitalista. nacionalistas húngaros transformá-la em insurreição patriótico. Pode-se também ver este evento para o que era: uma revolta massiva da classe trabalhadora contra o socialismo autoritário, que subiu democracia direta. ---- O contexto da insurreição era triplo. Por um lado, após um período pluralista entre 1945 e 1948, o Partido Comunista stalinista, encabeçada por Mátyás Rákosi, tinha freou na vida política húngara com uma brutalidade particularmente feroz. Por outro lado, o XX Congresso do PCUS em fevereiro-março de 1956, que as "revelações" de crimes de Stalin tinha sido ecos tímidos na Hungria, tinha levantado as esperanças dos adeptos de comunistas alguma liberalização, como Imre Nagy e ...

(pt) France, Alternative Libertaire AL Octobre - história, classe em Budapeste trabalhando contra o socialismo autoritário: 1956 (en, it, fr) [traduccion automatica]

5 November 2016 - 5:24am
A revolta húngara de 1956 uma memória controversa. Os defensores de um anti-totalitarismo liberal fazer prova de que o povo húngaro aderiu incondicionalmente ao modelo capitalista. nacionalistas húngaros transformá-la em insurreição patriótico. Pode-se também ver este evento para o que era: uma revolta massiva da classe trabalhadora contra o socialismo autoritário, que subiu democracia direta. ---- O contexto da insurreição era triplo. Por um lado, após um período pluralista entre 1945 e 1948, o Partido Comunista stalinista, encabeçada por Mátyás Rákosi, tinha freou na vida política húngara com uma brutalidade particularmente feroz. Por outro lado, o XX Congresso do PCUS em fevereiro-março de 1956, que as "revelações" de crimes de Stalin tinha sido ecos tímidos na Hungria, tinha levantado as esperanças dos adeptos de comunistas alguma liberalização, como Imre Nagy e ...

(it) alternativa libertaria fdca: L'Italia vota NO alla messa al bando delle armi nucleari -- Campagna ICAN - Rete Disarmo - 28 ottobre 2016

5 November 2016 - 5:24am
All'Onu 123 Paesi per un Trattato di messa al bando delle armi nucleari, l'Italia vota no. La votazione del 27 ottobre 2016 al Primo Comitato sul Disarmo dell'Assemblea ONU di New York fa partire il percorso verso un Trattato di messa al bando degli ordigni nucleari per il 2017 Le Nazioni Unite hanno adottato a larga maggioranza una Risoluzione politica che chiede di avviare nel 2017 i negoziati per un Trattato internazionale volto a vietare le armi nucleari. ---- Questa decisione storica pone fine a due decenni di paralisi negli sforzi multilaterali per il disarmo nucleare. Nel corso di una riunione del Primo Comitato dell'Assemblea generale delle Nazioni Unite, che si occupa di disarmo e questioni di sicurezza internazionale, 123 nazioni hanno votato a favore della Risoluzione, mentre 38 (compresa l'Italia) hanno votato contro e ci sono stati 16 Paesi astenuti. Grazie a questa ...

(it) 30° anniversario di Alternativa Libertaria fdca - Enlarged

5 November 2016 - 5:24am
Trent’anni di vita non sono pochi per una organizzazione politica, che pur essendo assai minoritaria nell’ambito della sinistra rivoluzionaria, si è resa protagonista di iniziative, campagne e lavoro quotidiano, sociale e sindacale, che l’hanno resa comunque un punto di riferimento nei territori in cui essa è presente e nelle mobilitazioni nazionali a cui ha partecipato. ---- E’ nel divenire soggettivo e nella temperie delle lotte di questi tre decenni che questa organizzazione si è storicamente prodotta ed è giunta oggi ad alcuni traguardi importanti: ---- esser riuscita a compiere il ricambio generazionale necessario ad attraversare il tempo, superando e ricomponendo divisioni, a favore di un condiviso progetto collettivo, politico ed organizzativo, capace di aggregare militanti provenienti da diverse esperienze politiche e di lotta; ...

(it) France, Alternative Libertaire AL Octobre - storia, Classe A Budapest lavoro contro il socialismo autoritario: 1956 (en, fr, pt) [traduzione automatica]

5 November 2016 - 5:24am
La rivolta ungherese del 1956 una memoria controversa. I fautori di un liberale anti-totalitarismo rendono la prova che il popolo ungherese rispettati incondizionatamente al modello capitalista. I nazionalisti ungheresi lo trasformano in insurrezione patriottica. Si può anche vedere questo evento per quello che era: una massiccia rivolta della classe operaia contro il socialismo autoritario, che è salito democrazia diretta. ---- Il contesto dell'insurrezione era triplice. Da un lato, dopo un periodo pluralista tra il 1945 e il 1948, il partito comunista stalinista, guidato da Mátyás Rákosi, aveva frenato nella vita politica ungherese con una brutalità particolarmente feroce. D'altra parte, il XX congresso del PCUS, nel febbraio-marzo del 1956, che le "rivelazioni" di crimini di Stalin erano stati echi timidi in Ungheria, aveva sollevato le speranze dei ...

(it) alternativa libertaria fdca-nordest: Fonti scritte e orali per la storia dell'Organizzazione anarchica marchigiana -- Luigi Balsamini

5 November 2016 - 5:24am
L'Organizzazione anarchica marchigiana è stata dal 1972 al 1979 l'organizzazione specifica della tendenza comunista anarchica, esterna alla Federazione anarchica italiana, presente con diverse sezioni sul territorio regionale. Questo libro ne ripercorre la storia attraverso due canali complementari. Nella prima parte viene presentato l'inventario del fondo archivistico riconosciuto di notevole interesse storico dalla Soprintendenza archivistica delle Marche nel 2013. Il fondo, che è attualmente conservato a Fano presso l'Archivio-Biblioteca Enrico Travaglini, contiene la documentazione prodotta e acquisita dalle diverse sezioni dell'Organizzazione: corrispondenza, documenti interni (circolari, relazioni, verbali di riunioni, resoconti della cassa comune, note), documentazione a stampa (opuscoli, periodici, numeri unici, volantini e manifesti), fotografie. La seconda ...

(fr) CNT-SO Marseille Solidarité active et financière avec les grévistes du Radisson Blu Marseille!

5 November 2016 - 5:24am
Les femmes de chambre et équipiers, sous-traité-e-s par la société ACQUA, au Radisson Blu Vieux-port, sont majoritairement en grève depuis le lundi 31/10/16 (Voir le communiqué). Soutenez activement le mouvement de grève en passant chaque matin de 09h à 12h30 sur le piquet mis en place devant l'hôtel (40 quai de rive neuve) ou en participant à la caisse de grève en ligne: https://www.lepotcommun.fr/pot/z3a89i29 Lire la revue de presse Seule la lutte paye! Vive la grève et la solidarité! PS: CNT Solidarité Ouvrière 13 ...

(pt) [Grécia] Solidariedade com os processados de Patras By A.N.A.

2 November 2016 - 3:17am
A seguir, a chamada do grupo anarquista de Patras Disinios Ippos (Corcel Indomável) para uma concentração em solidariedade com os processados da okupa Maragopulio, detidos pelas forças repressivas do Regime durante a sua expulsão, em 5 de agosto de 2013. O título do texto em grego é "As okupas são parte das lutas sociais e de classe". ---- Em 5 de agosto de 2013, uma segunda-feira, o Estado despejou três okupas em Patras: A histórica okupa de Parártima, localizada no centro da cidade, que está intimamente associada com as lutas sociais e de classe da sociedade local desde novembro de 1973, e tem sido ponto de referência para milhares de pessoas que resistem e se rebelam diacronicamente, a okupa Maragopulio e a okupa N. Gyzi, 33, local autogestionado da Escola Técnica de Patras. ...

(pt) [Grécia] Solidariedade com os processados de Patras By A.N.A.

2 November 2016 - 3:17am
A seguir, a chamada do grupo anarquista de Patras Disinios Ippos (Corcel Indomável) para uma concentração em solidariedade com os processados da okupa Maragopulio, detidos pelas forças repressivas do Regime durante a sua expulsão, em 5 de agosto de 2013. O título do texto em grego é "As okupas são parte das lutas sociais e de classe". ---- Em 5 de agosto de 2013, uma segunda-feira, o Estado despejou três okupas em Patras: A histórica okupa de Parártima, localizada no centro da cidade, que está intimamente associada com as lutas sociais e de classe da sociedade local desde novembro de 1973, e tem sido ponto de referência para milhares de pessoas que resistem e se rebelam diacronicamente, a okupa Maragopulio e a okupa N. Gyzi, 33, local autogestionado da Escola Técnica de Patras. ...

(pt) France, Alternative Libertaire AL Novembre - Migrante: O caminho do guerreiro (en, it, fr) [traduccion automatica]

2 November 2016 - 3:17am
migração feminina é muitas vezes equiparado ao reagrupamento familiar. A figura do migrante é a de um homem e as mulheres são novamente invisibilisées. Mas, de acordo com estatísticas do Alto Comissariado para os refugiados, as mulheres representam quase metade dos migrantes em todo o mundo. Ea violência são parte integrante da sua viagem. ---- As razões para a migração de mulheres são tão diversos quanto os homens, se não mais, por razões profissionais ou econômicas, conflito armado ou de violência do Estado são adicionados a violência específica sofridos mulheres: violência doméstica, prostituição forçada, estupro, mutilação, os casamentos forçados e outros enfeites de um mundo que, de norte a sul, de leste a oeste, é regido por e para homens. Se, por muitas dessas mulheres abandonar o seu país, sua família, seu apoio é guiado pela esperança de uma vida mais ...

(pt) France, Alternative Libertaire AL Novembre - Migrante: O caminho do guerreiro (en, it, fr) [traduccion automatica]

2 November 2016 - 3:17am
migração feminina é muitas vezes equiparado ao reagrupamento familiar. A figura do migrante é a de um homem e as mulheres são novamente invisibilisées. Mas, de acordo com estatísticas do Alto Comissariado para os refugiados, as mulheres representam quase metade dos migrantes em todo o mundo. Ea violência são parte integrante da sua viagem. ---- As razões para a migração de mulheres são tão diversos quanto os homens, se não mais, por razões profissionais ou econômicas, conflito armado ou de violência do Estado são adicionados a violência específica sofridos mulheres: violência doméstica, prostituição forçada, estupro, mutilação, os casamentos forçados e outros enfeites de um mundo que, de norte a sul, de leste a oeste, é regido por e para homens. Se, por muitas dessas mulheres abandonar o seu país, sua família, seu apoio é guiado pela esperança de uma vida mais ...

(it) alternativa libertaria fdca: MIGRANTI E PROFUGHI

2 November 2016 - 3:17am
E' vero, gli esseri umani si sono sempre spostati nella storia. Da soli o popoli interi, per fame di conoscenza, di cibo e di libertà. E se anche oggi si muovono milioni di persone in marcia o condotte in luoghi di segregazione, questo rappresenta non la fine della storia ma solo la fine del sogno liberista, che pretende che i confini degli Stati consentano la libera circolazione delle merci e del capitale ma tengano imprigionati gli uomini. ---- Oggi nel mondo più di 50 milioni di persone sono in viaggio, (e molto spesso rinchiuse) alla ricerca di un luogo di sopravvivenza. Lo sfruttamento, l'espropriazione delle ricchezze naturali, le guerre, sia quelle combattute con le armi che quelle economiche, la devastazione ambientale, prodotti del sistema capitalistico hanno perennemente modificato intere regioni e paesi, rendendoli invivibili. Lo sviluppo ...

(it) alternativa libertaria fdca: MIGRANTI E PROFUGHI

2 November 2016 - 3:17am
E' vero, gli esseri umani si sono sempre spostati nella storia. Da soli o popoli interi, per fame di conoscenza, di cibo e di libertà. E se anche oggi si muovono milioni di persone in marcia o condotte in luoghi di segregazione, questo rappresenta non la fine della storia ma solo la fine del sogno liberista, che pretende che i confini degli Stati consentano la libera circolazione delle merci e del capitale ma tengano imprigionati gli uomini. ---- Oggi nel mondo più di 50 milioni di persone sono in viaggio, (e molto spesso rinchiuse) alla ricerca di un luogo di sopravvivenza. Lo sfruttamento, l'espropriazione delle ricchezze naturali, le guerre, sia quelle combattute con le armi che quelle economiche, la devastazione ambientale, prodotti del sistema capitalistico hanno perennemente modificato intere regioni e paesi, rendendoli invivibili. Lo sviluppo ...

(it) France, Alternative Libertaire AL Novembre - Summary + edito (en, fr, pt) [traduzione automatica]

2 November 2016 - 3:16am
Antipatriarcat , violenza da parte degli uomini, Migrantes, la pedagogia femminista, Intervista con Laure Ignace, aborto in Polonia femminismo decolonial , movimento libertario del Belgio, Cile, il controllo Inter-rete, Notre-Dame-des-Landes, trattato Ceta , fango rosso, Hinkley Point, rifugiati, Meuse, Albi ---- Editoriale: Una violenza legittimato ---- Full-Luci: Antipatriarcat ---- Contro la violenza degli uomini ---- Migrantes: Il percorso del combattente ---- Istruzione: Pedagogia femminista contro la violenza ---- Intervista a Laure Ignace (avvocato): "E 'senza dubbio la parola della vittima" ---- libro: "Racconti una lotta (troppo) comune. Analisi e strategie per l'uguaglianza "per l'istruzione e il femminismo popolare collettiva. ---- Polonia: aborto un diritto di riacquistare. ---- Intersezionalità: Che cosa è il femminismo decolonial? ...

(it) France, Alternative Libertaire AL Novembre - Summary + edito (en, fr, pt) [traduzione automatica]

2 November 2016 - 3:16am
Antipatriarcat , violenza da parte degli uomini, Migrantes, la pedagogia femminista, Intervista con Laure Ignace, aborto in Polonia femminismo decolonial , movimento libertario del Belgio, Cile, il controllo Inter-rete, Notre-Dame-des-Landes, trattato Ceta , fango rosso, Hinkley Point, rifugiati, Meuse, Albi ---- Editoriale: Una violenza legittimato ---- Full-Luci: Antipatriarcat ---- Contro la violenza degli uomini ---- Migrantes: Il percorso del combattente ---- Istruzione: Pedagogia femminista contro la violenza ---- Intervista a Laure Ignace (avvocato): "E 'senza dubbio la parola della vittima" ---- libro: "Racconti una lotta (troppo) comune. Analisi e strategie per l'uguaglianza "per l'istruzione e il femminismo popolare collettiva. ---- Polonia: aborto un diritto di riacquistare. ---- Intersezionalità: Che cosa è il femminismo decolonial? ...

Pages